Casamento, por onde começar?



Origem do casamento. Da Bíblia Sagrada temos: "Quando Deus falou a Adão que o homem deveria deixar a sua parentela e se juntar a uma mulher assim se tornando um (Gênesis 2:24), Ele estava instituindo o casamento".

O casamento consiste num ritual religioso, legal e cultural que vem se normatizando desde o século XIV. Devido às grandes influências e várias mudanças ocorridas na sociedade, e principalmente na vida da mulher moderna, observam-se variações no sistema de união dito como clássico.

Apesar dos ventos da modernidade terem atingido diretamente o matrimônio, o sonho da maioria das mulheres continua sendo o casamento tradicional, se possível, com tudo que tem direito. O casamento é um sonho e como tal, é algo muito subjetivo e complexo.

Imagine então esta situação:

Você ficou noiva e não esconde de ninguém a sua felicidade e o sonho que está prestes a realizar. Mas passada a euforia, logo se descobre que a organização de um casamento não é nada fácil.

Escolha da data, local, convites, vestido, buffet, decoração, som, iluminação, convidados e etc. Ufa! Para que tudo se apresente dentro da grandeza do momento, é necessário um planejamento onde se analise criteriosamente todos os elementos que envolvem este importante evento.

Lembre-se que o casamento é um momento mágico, onde o casal decide que o amor entre eles merece ser comemorado de maneira inesquecível.

Não saia contratando tudo sem nenhum parâmetro. Assim sendo, recomendamos: antes de acordar qualquer serviço, contrate um bom cerimonialista que preste também assessoria.

Como deve ser o perfil deste profissional:

  • Primeiramente deve ser discreto, ético, ser tranquilo ou demonstrar ser, e que conquiste a confiança total dos noivos.
  • Que preste um bom atendimento, gerando a empatia necessária com seu cliente
  • Que seja apaixonado pelo que faz. E que tenha ótimas referências
  • Um especialista, e como tal facilite a vida dos noivos, desde o primeiro contato
  • Detalhista, e que faça acompanhamento tanto no planejamento como na execução
  • Deve ser hábil em personalizar a cerimônia e a recepção dentro do perfil dos contratantes, bem como oferecer alternativas para equacionar o orçamento
  • Um profissional que possa recomendar no mínimo três fornecedores honestos e competentes para cada item do planejamento

Além disso, praticidade e criatividade estão sempre na moda. Essas são as preferências dos noivos na hora de decidir: cerimônia e recepção. Pense nisso!



artigo enviado por:

Dorival Pires

Assessoria e Cerimonial, formado em Gestão em Turismo no Instituto Federal de Goiás e Eventos Sociais pelo SENAC, desenvolve seus serviços há 3 anos

Goiânia - GO
(62) 8446-0229
dorivalpires@gmail.com